Categorias: Dicas e Tutoriais

Calvície Feminina: Causas, Como Prevenir e Tratamentos

A calvície feminina atinge cerca de 5% das mulheres conforme a Sociedade Brasileira do Cabelo. Apesar de muitas acharem que atinge só os homens a causa da calvície feminina pode variar, devido à genética e má nutrição.



Para entender melhor como funciona, hoje vamos explicar as principais, causas, como prevenir a doença e saber o melhor tratamento.

Calvície Feminina

No geral cerca de 50% das mulheres sofrem com algum problema relacionado à queda de cabelos. A calvície no seu princípio indica uma rarefação aguda dos fios.



Calvície Feminina: Causas

Este problema é comum também nos homens, mas nas mulheres não é tão severa e possui uma apresentação diferente. Em números, atinge 25 % das mulheres entre 25 e 40 anos. O número sobe para 50% nas mulheres com mais de 40 anos.

Em relação com a calvície masculina, existe uma predisposição genética. Nas mulheres a causa mais comum tem relação com:

  • Distúrbios hormonais;
  • Ovários policísticos;
  • Problemas na tireoide.

No entanto, como citado acima às causas genéticas estão cada vez mais fortes, no entanto, a maior parte dos fatores tem relação com:

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Carências nutricionais.

Além disto, a causa cosmética tem influência, principalmente pelas agressões químicas e físicas.

As agressões químicas é consequência do mal cuidado durante os tingimentos ou alisamentos com frequência. Já as agressões físicas, devido ao abuso do calor, como uso constante do secador.

Em todo caso, existem doenças que também interferem na saúde do cabelo, como:

  • Lúpus;
  • Doença sistêmica (destruição do couro cabeludo);
  • Foliculite (inflamação do couro cabeludo).

As mulheres que tem costume de fazer dieta e restrições alimentares, isto também pode influenciar na queda dos cabelos. A falta de nutrientes como: complexo B, ferro, sais minerais e cálcio e magnésio.

Quando existe a diminuição destes nutrientes pode causar o enfraquecimento e a queda dos fios.

Este tipo de alopecia vem aumentado, no entanto, a areata pode ser consequência de traumas psicológica. Em alguns casos ela pode atingir outros locais como: couro cabeludo, sobrancelha e membros. A boa noticia é que a maioria dos casos pode ser reversível.

Calvície Feminina: Como prevenir

Para manter a saúde dos cabelos e ficar livre da calvície, as mulheres deve seguir as seguintes dicas:

Secador e Chapinha



Estes acessórios pode causar a queda quando não utilizados da forma correta. O ideal é usar em temperatura média ou fria.

O secador precisa ficar pelo menos a 30 cm dos fios. A água também para lavagem deve ser 20 graus Celsius.

Tingir o Cabelo

O ideal é procurar um cabeleireiro de confiança que faça o processo de forma segura, para diminuir o risco da queda dos fios.

Aloe Vera (babosa)

Na prevenção, quando o produto é usado topicamente pode ajudar. Mas cuidado, a planta in natura causa alergia e irritações.

Próteses (perucas)

Elas podem ser usadas, mas é preciso cuidado ao entrelaçar os fios. O ideal é que sejam lavadas e arejadas.

Cremes sem Excesso

Ao fazer o banho de creme, o ideal é esquecer os condicionadores, cremes de pentear e os xampus 2 em 1. Na realidade às vezes o produto é bom para os fios, mas não para o couro cabeludo. O correto é procurar produtos específicos para seu tipo de cabelo.

Calvície Feminina: Tratamento

Com o diagnóstico existem algumas possibilidades de tratamento. O médico especialista pode indicar a forma clínica, cirúrgica ou ambos.

No tratamento clínico é indicado:

  • Loções capilares;
  • Cápsulas de vitaminas;
  • Medicamento anti-hormônio;
  • Shampoo fortificante;
  • Laser de baixa potência.

Para saber o sucesso de cada procedimento é preciso respeitar o ciclo que pode ser no tempo de 6 a 8 meses.

Já o tratamento cirúrgico, consiste no transplante de fios de acordo com a densidade e elasticidade do local doado.

Nas mulheres pode ser diferente, pois o local que é feito transplante (região occipital), às vezes possui pouca densidade capilar.

Quando é necessário o processo cirúrgico é preciso analisar. Nos casos femininos na maior parte o número de fios nunca é suficiente para cobrir o local. Devido a isto é preciso delimitar uma área para a inserção das unidades foliculares.

Após a cirurgia, o cuidado contra a calvície feminina deve aliar um tratamento clínico. O resultado cosmético aumenta o seu tempo e com a falta pode voltar a apresentar uma rarefação capilar.

Com isto, os cabelos voltam a nascer junto dos fios inseridos e com apoio médico é possível observar a evolução natural.

Recomendados Para Você:

Últimas Notícias

  • Cortes

Cortes de Cabelo Chanel 2021: 87 Fotos e Tendências

Os cortes de cabelo chanel 2021 são um dos mais pedidos nos salões de beleza. Isso porque ele é um…

3 dias ago
  • Cortes

Cortes de Cabelo Degradê 2021: 125 Fotos e Fade

Os cortes de cabelo degradê 2021 podem ser feitos tanto em mulheres como em homens. Esse é um dos cortes…

3 dias ago
  • Cortes

Cortes de Cabelo Médio 2021: 90 Fotos e Tendência

Os cortes de cabelo médio 2021 vem sendo um dos mais pedidos nos salões de beleza do Brasil e do…

5 dias ago
  • Cortes

Cortes de Cabelo Feminino 2021: Tendência, FOTOS e Tipos

Entra ano ou sai ano, a vontade de mudar o visual nos acompanha. E, se você está cansada de se…

5 dias ago
  • Cortes

Cortes de Cabelo Curto 2021: 90 FOTOS e Tendências 2021

Os cortes de cabelo curto 2021 são super modernos e ideais para quem deseja mudar completamente o visual. Nos dias…

5 dias ago
  • Cortes

45 Cortes de Cabelo Masculino 2021: Fotos e Dicas

Cada dia que se passa os homens estão ficando cada vez mais vaidosos. Para manter sua autoestima elevada e se…

1 semana ago